Janeiro Branco é discutido na Secretaria Municipal de Saúde de Natal

Janeiro Branco é discutido na Secretaria Municipal de Saúde de Natal
Arte utilizada pela Prefeitura do Natal sobre o “janeiro branco”

O mês de Janeiro é dedicado a conscientização sobre saúde mental e nesta quinta-feira (30/01), a Secretaria de Saúde de Natal (SMS) realizou duas ações: “I Mostra de Cuidados em Saúde Natal da Rede de Atenção Psicossocial” (RAPS) e a “I Feira Integrada da RAPS do Distrito Leste”.

A I Mostra de Cuidados em Saúde Natal ocorreu no auditório do DSL, localizado na Ribeira. A programação teve início com uma atividade de alongamento, seguido por uma apresentação do grupo de idosas da USF Passo da Pátria, continuando a programação ocorreu uma aula de dança também oferecida pela USF Passo da Pátria, posteriormente foi a vez da apresentação de um pastoril do Centro de Convivência e Cultura de Natal, por fim todos se reuniram numa roda de conversa de saúde mental.

Júlia Monteiro Psicóloga é a Coordenadora do Centro de Convivência e Cultura de Natal juntamente com psicóloga Patrízia Daniela. Júlia explica que “Estamos trabalhando este momento para afirmar que saúde mental não é um assunto apenas para janeiro e se faz no ano todo, justamente pra fazer esse debate com a população juntamente com o Distrito. Se pararmos para pensar o Janeiro Branco surgiu relativamente há pouco tempo com uma proposta um pouco mais voltada ao setor privado. Estamos nesse encontro tentando trazer a noção de saúde colocada no SUS e trazer reflexões sobre o tema ligadas à cidadania e a participação com cuidado e inclusão”. A psicóloga ainda explica de onde veio a ideia da I Feira Integrada da RAPS do Distrito Leste: “convidamos os serviços da RAPS do DSL a apresentarem que ações de cuidados em saúde mental eles têm e oferecem para a população no seu dia a dia, além disso disponibilizamos a primeira feira integrada dos produtos da RAPS do Distrito Leste”.

A I Feira Integrada da RAPS do Distrito Leste é uma ação que que reúne materiais em sua maioria realizados pelos próprios usuários que complementam a geração de renda do Centro de Convivência e outros serviços. Na feira estavam disponíveis materiais das oficinas de artesanato que o Centro desenvolve, alimentos produzidos pela oficina de gastronomia do CAPS Leste, entre outras opções disponíveis para o público do evento e para quem se tivesse interesse passando pelo local. A Feira Integrada da Raps aconteceu no corredor do Distrito Sanitário Leste, ao lado do auditório onde aconteciam as demais ações.

Leidijane Rodrigues é paciente do Centro de Convivência há pouco mais de um ano e segundo ela esta ação é muito importante para a melhora do seu bem-estar: “saúde não é só tomar medicamento. Momentos como esse aumentam nossa autoestima e bem-estar. Só tenho a agradecer ao CAPS e ao Centro de Convivência pois ambos me ajudaram e estão me ajudando a superar esta fase difícil e me mostrar que posso me reerguer. A melhor parte do meu dia é quando eu estou no Centro de Convivência. É um serviço muito precioso” finaliza a usuária.

SAIBA MAIS:

O Janeiro Branco é uma campanha dedicada a colocar temas da saúde mental em máxima evidência no mundo em nome da prevenção ao adoecimento emocional da humanidade. A campanha surgiu pelo psicólogo mineiro Leonardo Abrahão em 2014 na cidade de Uberlândia e hoje em dia está dentro do cronograma das ações da saúde em todo o Brasil.

Fonte: SMS

Deixe um comentário

%d blogueiros gostam disto: