Pais conseguem internação para bebê que ficou 20 dias em incubadora improvisada

Pais conseguem internação para bebê que ficou 20 dias em incubadora improvisada
Luna Vitória ficará internada na Maternidade Escola Januário Cicco
Foto: Cedida

A pequena Luna Vitória conseguiu, depois de 20 dias internada em uma incubadora improvisada, a vaga que precisava na UTI Neonatal da Maternidade Escola Januário Cicco. A criança estava desde que nasceu alojada na sala do setor de recuperação da unidade, uma situação que teve fim nessa segunda-feira (3).

A mãe de Luna Vitória, Renata Lima, explicou que a espera agora será por uma vaga no Hospital Infantil Varela Santiago. A bebê precisa passar por uma cirurgia devido a uma má formação no reto. As necessidades fisiológicas acabam sendo feitas pelo mesmo canal. Além disso, a pequeuna nasceu com a coluna atrofiada e os braços e pernas curtos.

O caso de Luna Vitória foi citado pela gerente de atenção à saúde da Januário Cicco, Maria Daguia de Medeiros Garcia, em entrevista à TV Tropical nessa segunda. Ela explicou que, dentro do acordo feito com a Secretaria Estadual de Saúde, um dos pontos foi a transferência da menina para o Varela Santiago a fim de viabilizar a cirurgia. “Uma ressonância magnética foi solicitada e nós a realizamos. O resultado saiu ainda na sexta-feira (31) e nós já encaminhamos para os médicos e para a Central de Regulação poder providenciar a cirurgia”.

O sofrimento da família tem sido intenso. Como contou Renata Lima, ela e o esposo – Charles Lima, são de Goianinha, distante cerca de 60 km de Natal. Com a situação da filha, eles têm enfrentado dificuldades para se deslocar, diariamente, para a capital. Na Justiça, a família já tinha conseguido o direito de que a pequena fosse internada em uma UTI da rede privada com os custos pagos pelo Estado, mas a decisão nunca foi cumprida.

Fonte: Portal da Tropical

Deixe um comentário

%d blogueiros gostam disto: