RN ganha mais seis cirurgiões gerais formados no Hospital Walfredo Gurgel

Os novos cirurgiões com seus diplomas. Foto: Ascom Sesap

O Hospital Monsenhor Walfredo Gurgel (HMWG), através da Coordenação do Programa de Residência Médica (Coreme), realizou na última sexta-feira (14), as 10h, no auditório do Hospital João Machado, a solenidade de formatura da 14º turma de cirurgiões gerais. Receberam a diplomação, os médicos: Ana Cecília Ângelo Matias, Arthur de Souza Sá, Francimar Kétsia Serra de Araújo, Giuliana Petra Dantas de Medeiros, Yuri Lourenço Rodrigues e Mariana Carlos de Góis. A cerimônia ainda contou com a participação do secretário adjunto da pasta estadual da saúde, Petrônio Spinelli, da diretora de enfermagem do HMWG, Luciana Paula, do coordenador da Coreme, Henrique José da Mota, entre outros convidados.

Abrindo a programação, o Coral Saúde em Canto, interpretou o Hino Nacional. Em seguida, fez uma apresentação que animou e emocionou a todos. No repertório mostrado, “Tocando em Frente” (de Almir Sater e Renato Teixeira), “A Paz” (uma versão do grupo Roupa Nova para a música Heal de World de Michael Jackson) e “Dancing Days” (de Nelson Mota).

Dando início aos pronunciamentos, o formando e orador da turma, Yuri Lourenço, relembrou o período que ele e os colegas residentes passaram no hospital, as alegrias e as dificuldades. “É com muita honra que podemos chamar o hospital Walfredo Gurgel de casa, nos últimos dois anos. Foram anos muito tensos, de aprendizados e treino, mas, também, de provas mentais e emocionais”, afirmou.

A frente do Programa há 15 anos, Henrique Mota, teceu elogios ao comprometimento dos residentes durante todo o tempo de formação. “Esta turma fez jus a condição de residentes, sem querer desmerecer as que as antecederam, através de um trabalho árduo, assistente e resiliente, durante estes dois anos que passaram aqui no Walfredo. Assimilaram os conhecimentos, as competências e demonstraram compromisso e atitudes”.

Durante a solenidade, os componentes da mesa também fizeram a entrega dos diplomas a cada um dos alunos.

A cirurgiã geral, Marina Mayara Batista do Rego, foi uma das residentes formadas pelo programa em 2018. Entre todos os atuais preceptores do Programa, foi a escolhida para dar nome a turma dos formandos. Sobre porque privilegiar uma médica ainda em início de carreira, ao invés de um dos veteranos do hospital, Yuri relatou que “o nome de Marina, simboliza, para nós, uma homenagem a todos os preceptores. Ela, que até ontem, era uma de nós, já nos é referência de uma cirurgiã técnica, mas, sobretudo, humana e amiga. Um espelho para os cirurgiões que queremos ser hoje e, quem sabe um dia, alcançarmos o tão sonhado sucesso”.

Falando aos presentes, Marina relembrou uma conversa que, ainda na sua época de residente, teve com um dos médicos da urgência do trauma do Walfredo. “Certa vez um professor, lá no politrauma, me perguntou se eu saberia dizer qual a menor dor que uma pessoa pode sentir. Eu pensei, pensei e não cheguei a nenhuma resposta. Foi então que ele me disse: “é a dor do outro”. Porque ela não dói em mim, não é urgente. E é nesse ponto que a gente consegue diferenciar quem tem empatia, quem tem compaixão, quem tem senso de responsabilidade e compromisso social. Nós não podemos ser alheios ao sofrimento do outro. Antes de ser cirurgião, muito antes de ser médico, a gente é ser humano.

O secretário ajunto da Sesap, Petrônio Spinelli, é um personagem veterano no HMWG. Ele, que já passou pelo hospital como diretor administrativo, conhece de perto a realidade e as dificuldades da maior unidade de saúde pública do RN. O gestor também destacou a importância do Programa de Residência formar, não somente médicos, mas, profissionais com o olhar voltado para a humanização da assistência e disse: “A gente tem de entender que a essência de qualquer processo, é humano, é a pessoa, é o profissional”. E acrescentou: “Fazer pessoas crescerem na direção de cuidar de outras pessoas: este é o desafio dos nossos professores, este é o desafio do hospital, este é o desafio do Programa”, finalizou.

Fonte: Sesap

Deixe um comentário