Secretaria Nacional do Trabalho acata e agora profissionais de educação física estão incluídos na área de saúde

Secretaria Nacional do Trabalho acata e agora profissionais de educação física estão incluídos na área de saúde
Wescley Garcia, da Stylo Academia, comemora a mudança. Foto: Arquivo

A Classificação Brasileira de Ocupações – CBO, do Ministério do Trabalho passou a apresentar um novo código: 2241-40, Profissional de Educação Física na Saúde. A publicação foi feita no dia 17 de fevereiro. Com essa inclusão, específica para atuação na Saúde, o Profissional de Educação Física passa a integrar, de forma mais clara e objetiva as equipes dos Programas de Atenção Básica do SUS, bem como, possibilita a inclusão na Tabela de Prestação de Serviços do SUS.

O Profissional de Educação Física já fazia parte, desde 2002, com outras classificações relacionadas a atividades físicas e esportivas, a saber: 2241-05 – Avaliador físico; 2241-10 – Ludomotricista; 2241-15 – Preparador de atleta; 2241-20 – Preparador físico; 2241-25 – Técnico de desporto individual e coletivo (exceto futebol); 2241-30 – Técnico de laboratório e fiscalização desportiva; 2241-35 – Treinador profissional de futebol.

Com a inclusão da classificação número 2241-40 – Profissional de Educação Física na Saúde, a descrição primária foi ampliada com a seguinte informação: “Estruturam e realizam ações de promoção da saúde mediante práticas corporais, atividades físicas e de lazer na prevenção primária, secundária e terciária no SUS e no setor privado”.

Importante ressaltar, também, que nas características do trabalho consta que “o exercício das ocupações da família requer formação superior em Educação Física, com registro no Conselho Regional de Educação Física”.

Entre as competências descritas na letra G do Código 2241-40, tem-se: Realizar ações de promoção da saúde mediante práticas corporais, atividades físicas e lazer, que englobam realizar atendimento individual; realizar atendimento em grupos; realizar consultas compartilhadas; participar de eventos, campanhas, ações e programas de educação em saúde; promover atividades de educação permanente; promover ações em práticas integrativas e complementares (pics); desenvolver ações de saúde nas escolas e centros culturais; promover atividades de lazer e recreação; realizar visitas domiciliares; trabalhar em rede de serviços; matriciar equipes; desenvolver ações de atividade física e práticas corporais inclusivas na saúde; estruturar ações de atividade física e práticas corporais na prevenção primária, secundária e terciária no SUS; estruturar ações de atividade física e práticas.

Na avaliação do profissão de educação física Wescley Garcia, proprietário da Academia Stylo, diferentemente das outras classes da área do saúde, havia uma desvalorização dentro do Sistema Único de Saúde (SUS). “Com essa mudança, a motivação de continuar intervindo na promoção da saúde aumentará muito. Trata-se de uma valorização justa e que era um desejo antigo dos profissionais”, destacou Wescley Garcia, que tem uma experiência de mais de 20 anos no mercado e centenas de alunos. A Academia Stylo fica na avenida Rui Barbosa, por trás do Instituto Federal do Rio Grande do Norte (IFRN).

Fonte: Conselho Regional de Educação Física de Santa Catarina, com informações da redação do Programa Meu Doutor.

Restaurante Charque Potiguar
Richplan-Consultoria em Gestão e Treinamentos
Auto Escola Prudente
Pedro Neto Acessórios
Clínica da Família
Oftalmoclínica de Natal
Sindicato dos Médicos do RN

Deixe um comentário

%d blogueiros gostam disto: