É necessário usar o álcool gel ou líquido dentro de casa? Ou água e sabão é melhor? Quais os cuidados com as crianças?

É necessário usar o álcool gel ou líquido dentro de casa? Ou água e sabão é melhor? Quais os cuidados com as crianças?

Preocupado com o assunto e os possíveis problemas que poderá acarretar, o programa meu Doutor foi buscar orientações para você.

Em casa você deve priorizar a água e o sabão para higienizar as mãos. O detergente também é um super aliado para evitar a contaminação com o coronavírus. Chamamos a atenção dos pais e cuidadores para o aumento dos casos de acidentes com queimaduras com o álcool gel ou líquido dentro de casa, em especial em crianças.

Devido a liberação da comercialização do álcool etílico 70% pela ANVISA (agencia nacional de vigilância sanitária) em 20 de Marco do corrente ano motivada com a pandemia do coronavírus. Por esse motivo, o programa meu Doutor traz esse alerta para os riscos de acidentes com queimaduras gravíssimas.

A proibição foi proibida desde de 2002, justamente porque as ocorrências em queimaduras em crianças são muito altas. Segundo dados da ONG criança segura, nos últimos 10 anos, mais de 3 mil crianças brasileiras de 0 a 14 anos morreram em decorrência de acidentes com queimaduras e quase 221 mil foram hospitalizadas por este motivo, sendo gasto mais de 195 milhões em internações.

Seja em casa, hotel, fazenda ou em qualquer outro lugar, os pais

“Nesse período de confinamento, há um aumento significativo dos acidentes domésticos com crianças. Existem diversas dicas e sugestões para evitar acidentes com pediátricos. No entanto, nenhum cuidado é 100% eficaz. Não existe uma maneira técnica de se criar um ambiente totalmente seguro, mas se pode adotar ações que minimizem os acidentes com as crianças, sempre envolvidas em adversidades, descobertas e aventuras”, destaca o médico Generalista Dr Sebastião Campos, que faz atendimentos de pediatria.

Com o confinamento devido a pandemia do coronavírus, crianças e adolescentes passam a maior parte do dia dentro de casa. É preciso buscar orientações para que crianças fiquem em segurança. O Médico Dr Sebastião Campos, alerta para orientações que podem reduzir os riscos de acidentes em casa durante esse período.

“Os pais devem sempre monitorar as crianças, fazendo uma supervisão direta. A rotina da família deve ser adaptada para que a criança não seja exposta a riscos previsíveis. Os problemas não se restringem apenas aos acidentes com queimaduras, mas como janelas sem proteção, piscinas descobertas, fogão e via pública. É preciso ter sempre um supervisor por perto”, pontua Dr Sebastião Campos.

Deixe um comentário

%d blogueiros gostam disto: