‘Impediu minha ida para a UTI’, diz Roberto Kalil sobre cloroquina

Ainda com a respiração ofegante e muita tosse, o cardiologista Roberto Kalil Filho, um dos nomes mais respeitados da cardiologia no Brasil, deixou o hospital nesta quarta-feira (8), após dez dias internado para tratamento da covid-19.

Ao receber alta, ele resolveu tornar público que tomou, desde o primeiro dia, um conjunto de medicamentos que inclui a hidroxicloroquina, droga antimalária amplamente usada no Brasil e também indicada para algumas doenças autoimunes, que vem apresentando evidências positivas no tratamento contra o coronavírus.

Leia Mais: https://noticias.r7.com/saude/impediu-minha-ida-para-a-uti-diz-roberto-kalil-sobre-cloroquina-08042020

Deixe um comentário