Empresa que ganhou licitação não tem profissionais capacitados para atuar no SAMU

Empresa que ganhou licitação não tem profissionais capacitados para atuar no SAMU

Atenção usuários do SAMU Metropolitano, quando forem solicitar o serviço tenham o cuidado de verificar se não estão sendo atendidos por um pedreiro, arquiteto ou publicitário. Nada contra esses profissionais, mas para cuidar da saúde, principalmente quando se trata de situações de emergência, é necessário um profissional especializado e treinado. A empresa vencedora da licitação, ocorrida nesta segunda-feira (26), possui 46 tipos diferentes de atividade econômica, incluindo no rol: artes cênicas, curso preparatório para concursos, aluguel de móveis, apoio à agricultura, terraplenagem, transporte escolar e outros tantos distantes e estranhos entre si.

Um serviço essencial não poderia ser entregue a uma empresa sem nenhuma experiência e sem um quadro qualificado de médicos. Para atuar no SAMU é necessário curso de regulação médica, treinamento em intervenção em atendimento pré-hospitalar móvel e outras várias qualificações. Além disso é preciso que o médico tenha aptidão e perfil para a árdua tarefa que é o socorro emergencial. Uma atividade com alto risco à saúde da população, com situações de morte eminente não é brincadeira, tem que ser levado bem mais a sério.

Leia Mais:http://gustavonegreiros.com.br/2020/04/27/empresa-que-ganhou-licitacao-nao-tem-profissionais-capacitados-para-atuar-no-samu/

Deixe um comentário

%d blogueiros gostam disto: