Pesquisadores investigam mecanismos que desencadeiam fase inflamatória da COVID-19

Pesquisadores investigam mecanismos que desencadeiam fase inflamatória da COVID-19

Maria Fernanda Ziegler | Agência FAPESP – Um projeto conduzido no Centro de Pesquisa em Doenças Inflamatórias (CRID) da Universidade de São Paulo (USP) investiga os mecanismos pelos quais as células de defesa do organismo humano respondem à infecção pelo novo coronavírus (SARS-CoV-2). O objetivo dos pesquisadores é, no futuro, poder propor tratamentos mais adequados para os casos graves de COVID-19.

Pacientes com a forma severa da doença desenvolvem um intenso processo inflamatório em diferentes órgãos. Essa segunda fase da doença, que sucede o período de replicação do vírus nas células da pessoa infectada, ainda é pouco compreendida pelos cientistas.

“Nos casos mais graves da COVID-19 pode haver um intenso processo inflamatório gerado em resposta à infecção pelo SARS-CoV-2 que acaba lesando os tecidos do paciente e piorando o quadro clínico. Nesses casos, o paciente pode ter desconforto respiratório, insuficiência renal ou problemas cardíacos. Precisa ser levado para a UTI [Unidade de Terapia Intensiva] e pode chegar a óbito”, diz Dario Simões Zamboni , pesquisador do CRID que lidera o estudo apoiado pela FAPESP .

Leia Mais:http://agencia.fapesp.br/pesquisadores-investigam-mecanismos-que-desencadeiam-fase-inflamatoria-da-covid-19/33211/#.Xsh9TSf2vNs.whatsapp

Deixe um comentário

%d blogueiros gostam disto: