“Não tinha sintomas e quase morreu”, alerta mãe de adolescente que teve complicações no coração por causa do coronavírus, em SP

A técnica em enfermagem Xenia Becker, de São Paulo, levou um grande susto na segunda-feira (6). O filho de 16 anos, João, começou a passar mal de repente. Em entrevista à CRESCER, ela contou exatamente o que aconteceu:

“Estávamos em casa. Por volta das 16h, ele veio me dizer que o coração estava batendo muito forte. Era taquicardia. Como sou técnica em enfermagem, coloquei o aparelhinho oxímetro no dedo dele. A frequência cardíaca estava a 158. Rapidamente, o levamos para o hospital. Ele chegou com os batimentos ainda muito alterados e já foi levado direto para a sala de emergência. Eu não pude entrar por conta do quadro, não sabia o que era… Fiquei extremamente apreensiva e chorosa. Somente à noite, depois das 19h, deixaram que eu entrasse na UTI para ficar com ele.

A pressão dele estava muito baixa e tiveram que puncionar a jugular direita para entrar com droga vasoativas na tentiva de fazer com que a pressão subisse, pois só o soro não era suficiente. Fizeram o teste rápido e deu positivo para o Covid-19. Os exames indicam que o coronavírus provocou miocardite, uma inflamação nos músculos do coração. Os médicos me disseram que o vírus está tão mutante que não estão sabendo mais quais sintomas e sinais considerar. Meu filho não apresentou nenhum sintoma em casa e já evoluiu direto para a miocardite. O Covid-19 se alojou na parede do músculo cardíaco.”

Leia Mais:https://revistacrescer.globo.com/Criancas/Saude/noticia/2020/04/nao-tinha-sintomas-e-quase-morreu-alerta-mae-de-adolescente-que-teve-complicacoes-no-coracao-por-causa-do-coronavirus-em-sp.html

Deixe um comentário