Conselho Federal de Medicina reitera defesa do Revalida como critério para que formado no exterior possa atuar no Brasil

Conselho Federal de Medicina reitera defesa do Revalida como critério para que formado no exterior possa atuar no Brasil

O presidente do Conselho Federal de Medicina (CFM), Mauro Ribeiro, voltou a defender que apenas portadores de diplomas médicos obtidos no exterior que passaram no Revalida sejam autorizados a exercer a profissão no Brasil. Essa mensagem está em vídeo divulgado na terça-feira (23), no qual ele comenta situação que ocorre no momento em Roraima. No estado, a Justiça local permitiu a contratação de pessoas que não conseguiram aprovação no exame nacional de revalidação de títulos estrangeiros.

Fonte: CFM-ConselhoFederaldeMedicina/YouTube

Deixe um comentário

%d blogueiros gostam disto: