Greve dos entregadores: para quem reclamar se tiver problema com o pedido?

Greve dos entregadores: para quem reclamar se tiver problema com o pedido?

https://www.youtube.com/watch?time_continue=117&v=q9Cl1qhH3jQ&feature=emb_logo

Nesta quarta-feira (1), acontece a paralisação de entregadores de aplicativo em cidades pelo Brasil. Os profissionais da categoria prometem interromper o serviço por 24 horas e protestar por melhores condições de trabalho. Os entregadores pedem que os clientes não usem os aplicativos nesse período, para apoiar a greve. Mas se o cliente resolver usá-los e pedir uma entrega, de quem é a responsabilidade caso o pedido não chegue?

De acordo com Fábia Puglisi, assessora-chefe do Procon-SP,consumidores que enfrentarem dificuldades com a entrega de produtos comprados por aplicativo em razão da greve devem procurar imediatamente a empresa fornecedora do produto, o restaurante, por exemplo, bem como o aplicativo responsável pela entrega. Segundo ela, “ambos são igualmente responsáveis pela adequada prestação do serviço”. Se as empresas não resolveram o problema, Fábia recomenda que o cliente registre uma reclamação no site ou no aplicativo do Procon-SP.

Clientes podem reclamar pelo próprio app, dizem empresas O UOL entrou em contato com empresas de aplicativos para saber como elas se prepararam para atender clientes que venham a fazer pedidos hoje e enfrentem problemas na entrega. O iFood afirmou que manterá as operações normalmente ao longo do dia e colocará o chat do app à disposição dos usuários. “Pensando em minimizar as questões envolvendo tempo de atendimento, oferecemos ferramentas de autosserviço, na qual os usuários podem resolver problemas e tirar dúvidas sem a necessidade de entrar em contato com o iFood”, diz, em nota. Já para pedidos feitos a restaurantes que contam com frota própria de entregadores , a empresa destaca que “é possível acionar diretamente o restaurante por meio do chat que aparece na tela de acompanhamento do pedido”. O UberEats disse que manterá os canais abertos a clientes. “Caso algum usuário precise, pode reportar pelo próprio app do Uber Eats, como acontece normalmente. A Uber conta com uma equipe de suporte disponível 24 horas por dia, sete dias por semana, que analisa individualmente caso a caso.”… – Veja mais em https://economia.uol.com.br/noticias/redacao/2020/07/01/greve-dos-entregadores-direito-consumidor.htm?cmpid=copiaecoladores, a empresa des

Auto Escola Prudente
Restaurante Charque Potiguar
Richplan-Consultoria em Gestão e Treinamentos
Sindicato dos Médicos do RN
Oftalmoclínica de Natal
Pedro Neto Acessórios
Clínica da Família

Deixe um comentário

%d blogueiros gostam disto: