Taxa de ocupação de leitos para Covid-19 fica acima de 70% no Seridó e Oeste potiguar

Taxa de ocupação de leitos para Covid-19 fica acima de 70% no Seridó e Oeste potiguar

Três hospitais estão com todos seus leitos ocupados. Estado registrou ocupação de 67% na manhã desta segunda-feira (11).

Ocupação de leitos críticos por região, no Rio Grande do Norte, nesta segunda-feira (11). — Foto: RegulaRN
Ocupação de leitos críticos por região, no Rio Grande do Norte, nesta segunda-feira (11). — Foto: RegulaRN

O Rio Grande do Norte começou a semana com 67% dos leitos críticos para Covid-19 ocupados, na rede pública de saúde. Nas regiões Oeste e Seridó, as taxas de ocupação superam os 70%. Ao todo, há 161 pessoas internadas em leitos críticos, como UTI, e 126 em leitos clínicos, de acordo com os dados do sistema Regula RN, utilizado para administração da rede de assistência.

Pelo menos três unidades de saúde estavam com 100% dos seus leitos voltados para Covid-19 ocupados durante a manhã. É o caso do Hospital Regional Doutor Mariano Coelho, em Currais Novos, do Hospital Regional Doutor Cleodon Carlos de Andrade, em Pau dos Ferros, e do Hospital Regional Hélio Morais Marinho, em Apodi. Em Natal, o Hospital Regional Giselda Trigueiro, operava com ocupação superior a 88% dos leitos críticos.

Taxa de ocupação por hospital com leitos SUS para Covid-19, nesta segunda-feira (11). — Foto: RegulaRN
Taxa de ocupação por hospital com leitos SUS para Covid-19, nesta segunda-feira (11). — Foto: RegulaRN

De acordo com dados do sistema Regula RN, o estado chegou a ter 311 leitos críticos (de UTI e semi-intensivos) operacionais, ou seja, funcionando, no dia 10 de agosto. Porém, o número foi reduzindo, seguindo a tendência de queda de casos e, no dia 21 de novembro, quando já se registrava um novo aumento de casos, o leitos operacionais eram 193.

Nesta segunda (11), a rede já contava com 240 leitos críticos – 47 a mais. O governo começou a reabrir leitos por causa de um novo aumento de casos e de internações no estado. Em dezembro, RN voltou a ter taxa de ocupação geral acima dos 70% após quatro meses números menores.

Até o último sábado (9), o estado registrava 123.783 casos confirmados da doença e 3.086 óbitos.

Ainda durante a manhã, havia 12 pacientes na fila por leitos críticos. Cinco aguardavam avaliação do prestador do serviço (hospital) e três aguardavam transporte.

Em média, nos últimos três dias, pacientes esperam 3 horas e 19 minutos pela regulação para um leito e outras 3 horas e 15 minutos para o transporte até o leito.

Fonte: G1 RN.

Deixe um comentário

%d blogueiros gostam disto: