Uso incorreto de medicamentos pode levar a internações e até à morte

Uso incorreto de medicamentos pode levar a internações e até à morte
Foto: Michal Jarmoluk via Pixabay
Foto: Michal Jarmoluk via Pixabay

Os medicamentos administrados de forma errada podem afetar os pacientes com consequências imprevisíveis, que vão desde uma reação adversa a lesões temporárias ou permanentes, isso sem falar da morte do paciente, dependendo da gravidade.

Só para se ter uma ideia, cerca de 10% das internações hospitalares ocorrem em função do uso incorreto de medicamentos, segundo dados da OMS (Organização Mundial da Saúde).

O professor Moacyr Luiz Aizenstein, do Departamento de Farmacologia do ICB-USP (Instituto de Ciências Biomédicas da USP), especialista no uso racional de medicamentos, diz que vários fatores devem ser levados em consideração, entre eles a comorbidade.

O especialista alerta que devem ser consideradas as características individuais do paciente, como peso, idade e até genética, diferenciando, por exemplo, os caucasianos de orientais.

Os fatores socioeconômicos devem ser levados em consideração também, porque muitas vezes o paciente pode não ter entendimento sobre o produto, além da falta de condições para comprar algum remédio. Nesses casos, é importante a receita de um produto genérico nas mesmas condições e qualidade.

Vale lembrar também que não são só os médicos que erram, a falha pode vir de farmacêuticos ou enfermeiros. Outro ponto negativo, que acaba se tornando um problema muito sério, é a automedicação.

Assim como aqueles pacientes que acabam interrompendo um medicamento no momento que mostram sinais de melhora, impedindo o prazo determinado pelo médico. O choque anafilático, segundo Aizenstein, é imprevisível, mas uma anamnese bem feita pode impedir um erro e possível internação.

Fonte: UOL Viva Bem.

Deixe um comentário

%d blogueiros gostam disto: