Técnicas para aliviar dor de cabeça

Técnicas para aliviar dor de cabeça

Quem tem enxaqueca com frequência deve aprender algumas técnicas para aliviar dor de cabeça, que também servem para outros tipos de cefaleia.

Foto: Freepik
Foto: Freepik

A dor de cabeça (cefaleia) é um problema comum na vida de muitas pessoas. Há mais de 200 tipos catalogados. As mais conhecidas e comuns são a enxaqueca e a cefaleia tensional (causada por tensão devido a estresse, má postura, falta de sono e outros fatores).

Muitos podem pensar que a melhor forma de aliviar os sintomas é tomando um analgésico simples. Porém, quem tem dor de cabeça com frequência muitas vezes faz uso indiscriminado dessa classe de medicamentos, às vezes até mais de três por dia. O problema é que esse excesso pode “acostumar” o organismo, que passa a necessitar de analgésicos o tempo todo. Sem eles, a dor volta e vai piorando com o tempo. Preste muita atenção para não cair nesse círculo vicioso.

Listamos a seguir algumas técnicas recomendadas por neurologistas. Mas atenção: elas serão mais eficientes se o paciente estiver seguindo uma linha de tratamento preventivo. 

QUARTO ESCURO E SILENCIOSO

É a técnica mais utilizada e efetiva. Na crise, depois de tomar algum medicamento para combater a dor, repouse em um quarto escuro e silencioso.

ESCALDA-PÉS

Mergulhe os pés em uma bacia com água morna por cerca de 20 minutos. O método ajuda a diminuir a pressão sanguínea e aliviar a intensidade das dores.

Compressa gelada

Para diminuir a sensação de pulsação nas têmporas, coloque uma bolsa térmica gelada (deixe no freezer por cerca de 20 minutos) na região para provocar vasoconstrição (redução do calibre dos vasos sanguíneos), o que ameniza a dor. Se não tiver bolsa, você pode usar uma toalha úmida. Algumas pessoas colocam rodelas de batata na cabeça, mas lembre-se que o alívio surge da temperatura fria, não tem a ver com o fato de serem batatas.

PRESSÃO NA REGIÃO DAS TÊMPORAS

Com as mãos, você pode massagear a área da têmpora que está dolorida. Produtos à base de cânfora (por ter ação anti-inflamatória) podem trazer um alívio temporário.

TÉCNICAS DE BIOFEEDBACK

Geralmente, quem tem enxaqueca ou outros tipos de dor de cabeça intensa pressente a chegada de uma crise. Nesse momento, a Academia Americana de Neurologia recomenda usar intervenções cognitivas e comportamentais, incluindo técnicas simples de relaxamento que ajudam a controlar as reações fisiológicas. Em momentos de pré-crise, identifique se sua respiração está muito acelerada e curta, como se você estivesse ofegante. Se sim, comece aos poucos a controlá-la para que volte ao normal, respirando de modo mais consciente.

Verifique, também, a frequência dos seus batimentos cardíacos, colocando o dedo no pulso ou na região do pescoço. Conte os batimentos por 10 segundos e multiplique por 6. O resultado é o número de batimentos por minuto (bpm). Quando esse número está acima de 100 em repouso, é considerado acelerado; abaixo de 40, é considerada uma frequência baixa. Respire com calma para desacelerar e tente chegar à casa dos 60 bpm.

Fonte: Drauzio Varella, UOL.

Deixe um comentário

%d blogueiros gostam disto: