O que é esteatose? Quais são as causas da esteatose hepática?

O que é esteatose? Quais são as causas da esteatose hepática?

O que é esteatose?
Esteatose é o termo usado para representar o acúmulo anormal de gordura em um órgão ou tecido. Esteatose hepática significa acúmulo de gordura no fígado.

 

2- Quais são as causas da esteatose hepática?

A causa mais comum são os distúrbios do metabolismo, onde há excesso de circulação de gorduras no sangue com consequente excesso de oferta de gordura para o fígado. Estes distúrbios do metabolismo incluem a obesidade, o diabetes e o pré-diabetes, condições de alta prevalência na população. Essa condição é conhecida como esteatose hepática não alcoólica. A gordura pode acumular-se no fígado também em decorrência de doença no próprio órgão, como algumas formas de hepatite, algumas formas de toxicidade hepática por drogas, o consumo excessivo de álcool, etc.

 

3- A esteatose hepática não alcoólica é frequente?

Sim, é uma condição muito frequente. Estima-se que 20 a 30% da população adulta tenha algum grau de esteatose hepática e, para piorar, 15% irão desenvolver um quadro mais sério de inflamação do fígado (hepatite), a esteato-hepatite.

 

4 – Qual a importância da esteatose hepática não alcoólica?

Em primeiro lugar, geralmente não apresenta sintomas, e é descoberta através da ultrassonografia do abdome feita por outros motivos, ou mesmo por check-up, indicando que algo está errado com a saúde. Além disso, é uma condição que tem tratamento. Porém, sua evolução é silenciosa, sem sintomas, e se não for tratada pode gerar doenças hepáticas graves e até fatais.

 

5- Quais as possíveis consequências da esteatose hepática não alcoólica e esteato hepatite?

Ela é um fator importante de risco para desenvolver a cirrose hepática e o aparecimento de câncer do fígado, com insuficiência do órgão e às vezes necessidade de transplante de fígado. Além disso, a esteatose hepática não alcoólica e a esteato-hepatite aumentam o risco de doenças cardiovasculares, como infarto do coração ou derrame cerebral, problemas renais e outros tipos de tumores.

 

6- Qual é o tratamento da esteatose hepática não alcoólica e da esteato-hepatite?

Envolve uma série de recursos assim chamados não farmacológicos, que visam modificar o estilo de vida da pessoa, tais como uma dieta alimentar para controlar o peso e a ingestão excessiva de gorduras e carboidratos, a prática de atividade física, a educação alimentar, etc. Há também medicamentos que são frequentemente prescritos juntamente com as medidas de mudança do estilo de vida. Atualmente, existem vários estudos com medicamentos específicos em desenvolvimento para a doença.

 

Procure um médico especialista caso você ou algum conhecido seu tenha recebido este diagnóstico. A prevenção, o acompanhamento e o tratamento adequados fazem toda diferença.

 

 

Fonte: Site do Hospital Albert Einstein

Deixe um comentário