Quase 69 milhões de pessoas estão com atraso na dose de reforço contra a Covid-19

Quase 69 milhões de pessoas estão com atraso na dose de reforço contra a Covid-19

Ministério da Saúde reitera orientação de que brasileiros tomem as doses complementares para a efetiva proteção contra a doença.

Foto: Walterson Rosa/MS
Foto: Walterson Rosa/MS

De acordo com dados da Rede Nacional de Dados em Saúde (RNDS), cerca de 69 milhões de brasileiros ainda não receberam a dose de reforço contra a Covid-19. Além disso, mais de 30 milhões de pessoas não compareceram aos postos de vacinação para receber a segunda dose de reforço. Até agora, 19 milhões de pessoas também não buscaram a segunda dose do esquema vacinal primário.

“Reitero o pedido para que os brasileiros completem o esquema vacinal. Os imunizantes são seguros, eficazes e evitam complicações e mortes ocasionadas pelo coronavírus”, declarou a ministra da Saúde, Nísia Trindade, em seu primeiro discurso à frente da Pasta, nesta segunda-feira (2).

Estudos científicos revelam que a proteção vacinal desenvolvida é mais alta nos primeiros meses, mas pode apresentar redução. Com a dose de reforço, a proteção contra o vírus volta a ficar elevada. Por isso, a proteção adicional é indispensável.

Neste cenário, o Ministério da Saúde ressalta que é fundamental buscar uma unidade de saúde mais próxima para atualizar a caderneta de vacinação contra a Covid-19 e outras doenças.

Cobertura vacinal

Até o momento, 163 milhões de pessoas tomaram a segunda dose ou dose única da vacina, o que representa 79% da população. Quanto à primeira dose de reforço, 102,5 milhões foram aplicadas. A segunda dose de reforço – ou dose adicional – soma 45,2 milhões de aplicações.

Nathan Victor
Ministério da Saúde

Deixe um comentário