Suspensão das atividades privativas de médico exercidas por optometristas em Natal e Parnamirim

Suspensão das atividades privativas de médico exercidas por optometristas em Natal e Parnamirim

O Tribunal Regional Federal – TRF 5ª Região julgou procedente o pedido do Conselho Regional de Medicina do Rio Grande do Norte, através de Ação Civil Pública, e determinou a suspensão das atividades privativas de médico exercidas por optometristas em Natal e Parnamirim.

A Ação Civil Pública, movida pelo Cremern, defende o ato médico, além de alertar para práticas realizadas por optometrista, profissional responsável por identificar problemas no sentido da visão, utilizando-se apenas de métodos não invasivos. Só o médico oftalmologista pode realizar todas as funções e tratamentos mais complexos na visão do paciente.

*Imagem em destaque: 8photo/Freepik

Deixe um comentário