É falso que vacinas contra a Influenza causam gripe

É falso que vacinas contra a Influenza causam gripe

Imunizante é composto de vírus inativados. Conheça outras mentiras que circulam nas redes sociais e fique bem informado.

A vacina da Influenza pode causar gripe? Não. E a razão é simples: a vacina é composta por vírus inativados, portanto, não pode induzir o desenvolvimento da doença. Como qualquer imunizante, ela estimula o sistema imunológico a produzir defesa. Por isso, é possível que a pessoa tenha uma sensação de dor no corpo ou eventual febre baixa. Além disso, sintomas podem ser decorrentes de uma gripe que já tenha sido adquirida antes da vacinação.

As vacinas Influenza sazonais têm um perfil de segurança excelente e, geralmente, são bem toleradas. Manifestações, como dor no local da injeção, são comuns e ocorrem em 15 a 20% dos pacientes, sendo benignas e geralmente resolvidas em 48 horas.

Com o andamento da campanha de vacinação contra a gripe, além da mentira sobre contaminação pela vacina, nas redes sociais também circula a falsa informação de que não se deve tomar a dose contra a Influenza em conjunto com outras vacinas. O Ministério da Saúde reforça que é seguro tomar a vacina da gripe junto a outros imunizantes.

“Orientamos que os municípios aproveitem a oportunidade da visita das pessoas à unidade de saúde para atualizar também a imunização contra a Covid-19 e, se for possível, atualizar outras vacinas pendentes no calendário de cada um”, explica o diretor do Departamento de Imunizações do Ministério da Saúde, Eder Gatti.

A pasta também reitera que as pessoas dos grupos elegíveis, mesmo tendo tomado a vacina no ano passado, devem buscar a imunização neste ano. O agente causador da gripe é um vírus, em que as cepas (subtipos) podem mudar de um ano para o outro. Por isso, é importante se proteger dos vírus Influenza que estiverem circulando com mais intensidade.

Confira a lista de grupos prioritários para a vacinação contra a gripe:

  • Idosos com 60 anos e mais Crianças de 6 meses a menores de 6 anos de idade (5 anos, 11 meses e 29 dias);
  • Gestantes e puérperas;
  • Povos indígenas;
  • Trabalhadores da saúde;
  • Professores das escolas públicas e privadas;
  • Pessoas com comorbidades;
  • Pessoas com deficiência permanente;
  • Forças de segurança e salvamento;
  • Forças armadas;
  • Caminhoneiros;
  • Trabalhadores de transporte coletivo rodoviário de passageiros urbano e de longo curso;
  • Trabalhadores portuários;
  • Funcionários do sistema prisional;
  • Adolescentes e jovens de 12 a 21 anos de idade sob medidas socioeducativas;
  • População privada de liberdade.

O que é a gripe?

A gripe é uma infecção aguda do sistema respiratório, com grande potencial de transmissão. Existem quatro tipos de vírus: A, B, C e D. Os vírus Influenza A e B são responsáveis por epidemias sazonais, sendo o vírus influenza A pelas grandes pandemias. Os principais sintomas da gripe são febre, dor de garganta, tosse, dor no corpo e dor de cabeça. A vacinação é a forma mais eficaz de prevenção contra a doença e suas complicações.

Fonte: Ministério da Saúde.

*Imagem em destaque: Freepik.

Deixe um comentário