Desinformação prejudica doação de sangue; entenda

Desinformação prejudica doação de sangue; entenda

Hemocentros enfrentam altos e baixos no abastecimento ao longo do ano, o que pode adiar tratamentos clínicos, cirúrgicos e transplantes.

 

doação voluntária de sangue garante o abastecimento seguro e contínuo dos hemocentros para suporte de transfusões e atendimento de diversos pacientes que dependem de tratamentos relacionados.

 

Os estabelecimentos enfrentam altos e baixos no abastecimento ao longo do ano, o que pode prejudicar tratamentos clínicos, cirúrgicos e transplantes, que só são viabilizados se houver o suporte transfusional adequado de hemácias, plaquetas ou até de fatores de coagulação.

 

Fatores como greves, tempestades, alagamentos e feriados prolongados contribuem para a diminuição dos estoques. Além disso, o medo de agulha e desinformação também afetam a oferta de doadores.

“A desinformação que nós vivenciamos a respeito da doação faz com que muitas pessoas tenham medo de doar sangue. Algumas acham que vicia, engorda, emagrece, afina ou engrossa o sangue e acabam tendo medo da agulha, de passar mal, e evitam vir doar sangue. Porém, a maioria de nós tem condição clínica de realizar esse ato, que é tão importante para toda a sociedade”, afirma Helena Sabino, médica hemoterapeuta da Fundação Pró-Sangue, vinculada ao Hospital das Clínicas de São Paulo.

fonte: https://www.cnnbrasil.com.br/saude/desinformacao-prejudica-doacao-de-sangue-entenda/

Deixe um comentário