Médica que trabalhava no Samu Metropolitano desabafa

Médica que trabalhava no Samu Metropolitano desabafa

Desabafo da médica Constance Otoni que saiu do Samu Metropolitano:

Hoje eu não tenho palavras para expressar o que sinto…

Passa um filme de vários anos de dedicação e amor a essa farda.
Lembro da minha entrevista com Dr. Claudio Augusto Camara de Macedo para tentar entrar no Serviço de Atendimento Móvel de Urgência – SAMU.
Após concluir os 8 plantões de sombra eu precisaria no mínimo da certificação ACLS (Advanved Cardiology Life Support) para pleitear entrar no Serviço…

Conclui o ACLS e tantos outros cursos que me foram exigidos. Cumpri um a um com determinação e dedicação sem igual. Nada na medicina me deu tanto prazer nem me engrandeceu tanto como profissional e ser humano como o SAMU.

Eu sempre voltei pra casa com a sensação de que fiz a diferença na vida de alguém, e isso traz uma satisfação sem igual.

Em meio a maior crise de saúde que já vivenciei, uma pandemia desafiadora em “n” aspectos (médicos, físicos, emocionais, financeiros) onde a humanidade repensa (ou deveria estar repensando) todos os seus valores, onde o mundo une esforços para enfrentar a morte aos milhares, o governo simplesmente faz substituição de um time “campeão” por um time iniciante…. um time onde metade dos médicos foi considerado inapto tecnicamente para atuar em urgência/ emergencia pela comissão designada pela própria SESAP… Ainda assim ninguém fez nada.

O médico inapto está hoje atendendo a população. Quantas vezes fui acionada no samu para prestar socorro a um paciente dentro de uma unidade hospitalar, COM MEDICO, que simplesmente não sabia intubar o paciente, que não sabia sequer o seu diagnóstico?! Cabia a nós, médico do SAMU conduzir toda a situação dentro do hospital ainda que fôssemos um serviço PRÉ-hospitalar….

Enfim… não consigo conter a tristeza pelo dia de hoje, mas não deixo de ter esperança no amanhã!

Fizemos muito pela população, dia após dia, silenciosamente salvando incontáveis vidas e isso nenhum governo ou manobra política vai tirar de mim. Deixo minha gratidão aos anos que servi a essa farda, aos amigos que fiz e as vidas que salvei.

Que Deus continue a guiar os meus passos como sempre foi!

Leia Mais:http://gustavonegreiros.com.br/2020/05/13/medica-que-trabalhava-no-samu-metropolitano-desabafa/

Pedro Neto Acessórios
Richplan-Consultoria em Gestão e Treinamentos
Sindicato dos Médicos do RN
Oftalmoclínica de Natal
Auto Escola Prudente
Restaurante Charque Potiguar
Clínica da Família

Deixe um comentário

%d blogueiros gostam disto: