Rio tem a maior queda na curva de contágio do Coronavírus

Rio tem a maior queda na curva de contágio do Coronavírus

Na última sexta (15), o prefeito Marcelo Crivella anunciou que a capital fluminense tinha registrado, pela primeira vez desde o início da pandemia causada pelo novo coronavírus, uma redução na curva de contágio da Covid-19. A queda, no entanto, se acentuou ligeiramente durante o fim de semana, atingindo o índice de 0,041 neste domingo (17), segundo o economista e professor do Ibmec Thiago de Moraes Moreira, à frente do gráfico da velocidade da curva.

De maneira muito simplificada, seu método leva em consideração o número acumulado de contaminados no Rio para calcular o quanto o exponencial vem crescendo em pontos percentuais. Segundo o especialista, o cálculo, atualizado diariamente, sempre faz referência aos catorze dias anteriores, período que caracteriza o ciclo da doença.

“É importante reforçar que qualquer queda nesta curva é significativa, excelente. Afinal, uma semana atrás estávamos com um coeficiente de 0,06. Atualmente, atingimos 0,041. Mas, nem de longe, significa que podemos pensar em retomar as atividades normais. Quem respeita a quarentena deve saber, sim, que esse esforço coletivo tem feito toda a diferença no resultado.

Leia Mais:https://vejario.abril.com.br/cidade/rio-queda-curva-contagio-coronavirus/

Deixe um comentário

%d blogueiros gostam disto: