Greve dos ônibus continua e Natal amanhece com veículos do transporte alternativo lotados nas ruas

Greve dos ônibus continua e Natal amanhece com veículos do transporte alternativo lotados nas ruas

Sindicato dos Rodoviários afirma que há somente 12 ônibus circulando na capital potiguar.


Veículos do transporte alternativo lotados em mais um dia de greve de ônibus em Natal — Foto: Ayrton Freire/InterTV Cabugi

Veículos do transporte alternativo lotados em mais um dia de greve de ônibus em Natal — Foto: Ayrton Freire/InterTV Cabugi

Os rodoviários continuam de greve em Natal e a cidade amanheceu nesta terça-feira (23) com veículos do transporte alternativo lotados nas ruas, além de aglomerações nas paradas de ônibus. É o segundo dia da movimentação grevista.

De acordo com o Sindicato dos Trabalhadores e Transportadores Rodoviários do Rio Grande do Norte (Sintro), 12 ônibus estão circulando na capital nesta terça (23), assim como foi na segunda-feira (22).

Todos os veículos são da empresa Cidade do Natal. Ainda segundo o Sintro, são os únicos que possuem atualmente cobradores e a manutenção do emprego desses profissionais é um dos pleitos da categoria. Além disso, os rodoviários também querem que sejam mantidos também o vale-alimentação e o plano de saúde dos trabalhadores.

Desde ontem, a Secretaria de Mobilidade Urbana de Natal (STTU) autorizou que permissionários do transporte alternativo, veículos do serviço escolar e táxis da Grande Natal operassem no mesmo itinerário das linhas dos ônibus urbanos da cidade. Apesar disso, as lotações e aglomerações seguem sendo registradas na cidade.

Sem negociação

A STTU enviou um ofício ao Sindicato das Empresas de Transportes Urbanos de Passageiros do Município do Natal (Seturn), apontando a necessidade de manutenção de frota mínima de 254 veículos, equivalente a 43,27% da frota normal, no período de greve anunciada pelo Sintro.

Em nota, o Seturn informou que não foi chamado pelos trabalhadores para negociar. Do outro lado, o Sintro também alega que não teve qualquer contato por parte das empresas para tentar um acordo.

Paradas de ônibus lotadas durante a greve de ônibus em Natal — Foto: Ayrton Freire/InterTV Cabugi

Paradas de ônibus lotadas durante a greve de ônibus em Natal — Foto: Ayrton Freire/InterTV Cabugi

Fonte: G1 RN/InterTV Cabugi

Deixe um comentário

%d blogueiros gostam disto: